Sebrae realizará mais uma Semana do MEI

Evento acontece de 20 a 24 de maio na capital e interior do estado

De 20 a 24 de maio, o Sebrae realizará mais uma Semana do Microempreendedor Individual (MEI). O evento, que chega à sua décima primeira edição, tem como proposta disponibilizar gratuitamente capacitações gerenciais e orientações a quem já possui uma empresa ou tem o desejo de montar o próprio negócio. 

Este ano as atividades serão realizadas na capital e em outros 24 municípios sergipanos. Em Aracaju as ações acontecem das 9 ás 17h30 na sede do Sebrae, localizada na Avenida Tancredo Neves, 5.500. 

No interior, por sua vez, a programação será oferecida em Lagarto, Itabaiana, Nossa Senhora da Glória, Propriá, Estância, Boquim, Canindé, Carmópolis, Capela, Cristinápolis, Divina Pastora, Gararu, General Maynard, Ilha das Flores, Indiaroba, Itabaianinha, Monte Alegre, Nossa Senhora das Dores, Pacatuba, Santa Rosa de Lima, São Cristóvão, Tobias Barreto, Siriri e Umbaúba. 

Nesses locais os cidadãos terão a oportunidade de participar de palestras e oficinas sobre temas que fazem parte da rotina do empresário, como finanças, compras, marketing, planejamento e empreendedorismo e vendas. Eles também terão acesso a diversos outros serviços, como emissão dos boletos DAS, realização da Declaração Anual de Faturamento, alteração e baixa no CNPJ. 

“ Em um mercado cada vez mais competitivo é essencial que o empreendedor invista na aquisição de conhecimentos para ter sucesso em sua atividade. Com a Semana do MEI estamos oferecendo a todos essa oportunidade e, o melhor, de forma gratuita”, explica o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado. 

Informações

Além dos serviços oferecidos pelo Sebrae, os microempreendedores e potenciais empresários também poderão obter informações junto a diversos órgãos estaduais, municipais e federais que estarão presentes no evento. Agentes de instituições financeiras também disponibilizarão ao público informações sobre produtos e serviços bancários para alavancar os negócios.

Para participar das atividades basta ao empreendedor comparecer munido de um documento de identificação. Aqueles que são já são formalizados também devem apresentar o número do CNPJ. 

Um outro foco da Semana é a instrução do MEI sobre as suas obrigações legais. Uma delas é a entrega da declaração de faturamento anual. A legislação estabelece que o microempreendedor precisa informar à Receita o faturamento bruto da atividade desempenhada por ele no ano anterior. O prazo termina no dia 31 de maio. 

O MEI é uma categoria jurídica direcionada as pessoas que trabalham por conta própria, faturam até R$ 81 mil ao ano, não possuem participação em outras empresas como sócio ou titular e empregam no máximo um funcionário recebendo o salário mínimo ou o piso da categoria. Em Sergipe há mais de 51 mil pessoas formalizadas como microempreendedores individuais.